PERGUNTAS FREQUENTES
O que significam os termos “Via Seca” e “Via Úmida” ?

São termos que definem diferentes processos produtivos da fabricação da massa de revestimentos cerâmicos.

“Via Seca” é o processo onde a massa é feita a partir de 1 ou 2 argilas que são moídas sem a presença de água (a seco) e, em seguida, granuladas, umectadas e prensadas.

“Via Úmida” é o processo onde a massa é composta, normalmente, por pelo menos 4 ou 5 matérias primas que são moídas em presença de água (a úmido). Após a moagem, a suspensão resultante é secada em um processo muito similar ao empregado na fabricação de leite em pó, ou café solúvel (Atomização ou Spray – Dryer). O granulado resultante da secagem é, então, prensado.

Os porcelanatos em geral (esmaltados e polidos) são produzidos através de processos de via úmida. Além de investimentos mais altos nas instalações industriais para a produção por este processo, ele também demanda maiores consumos de energia, tanto na moagem como no processo de atomização (secagem) da massa, o que, por sua vez, se reflete no preço (custo) do produto.

As peças obtidas da prensagem de qualquer um dos processos produtivos acima são enviadas para a linha de esmaltação, ou diretamente ao forno, no caso de fabricação de porcelanatos polidos.

Quais são as juntas de assentamento recomendadas?

Nos produtos normais, não retificados e também conhecidos como “Borda Plana”, a junta de assentamento recomendada é 4 mm e em nenhuma hipótese deve ser utilizada junta inferior a 3 mm.

Nos produtos retificados ( cortados ), a junta mínima recomendada é 2 mm e em nenhuma hipótese deve ser utilizada junta inferior a 1 mm.

Notícias
Redes Sociais
  • Contato
  • Rodovia SP 127, KM 07 S/N° - Distrito Assistência - CEP 13500-000 - Rio Claro - SP

    Fone: (19) 3522-3700 / Fax: (19) 3533-7338